ABUSO NÃO É ARTE!

BEM VINDAS, BEM VINDOS E BEM VINDES À SEGUNDA CAMPANHA LATINOAMERICANA DE COMBATE À VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA NO MEIO ARTÍSTICO!

Este é o primeiro vídeo da campanha internacional “ABUSO NÃO É ARTE!”. Nesta primeira parte intitulada “Precisamos Falar Sobre Isso !” revelamos pequenos fragmentos de assédios morais sofridos por diversas artistas em toda a América Latina!

Com direção de Luciana Sérvulo da Cunha, essa campanha educativa conta com mais de 35 artistas voluntárias participando de diversos vídeos que serão publicados a partir do dia 25 de novembro – Dia de Erradicação da Violência contra as Mulheres – até o Dia 10 de dezembro – Dia Internacional de Direitos Humanos, quando abraçando os 21 dias de ativismo internacional de combate da violência contra a mulher.

A violência psicológica, com seu arsenal de abusos emocionais e assédios morais, é estrutural, invisível e naturalizada e faz parte do tecido constitutivo das nossas relações. Ela tem a ver com poder e dominação sobre o outro, aparece como sintoma e ao mesmo tempo, como condição de uma sociedade patriarcal-racista-capitalista, produzindo e reproduzindo preconceitos e desigualdades.

Quando uma ou um artista entra em seu espaço de estudo, ensaio e trabalho, seja na televisão, no teatro, em um picadeiro, no cinema ou em sala de aula, ela ou ele deve se colocar disponível ao processo de criação sem amarras e resistências, pois é em um estado de abertura e doação que a criatividade e a inspiração nascem. Para isso, as (os) artistas devem contar com uma atmosfera saudável com profissionais que possam oferecer segurança, amorosidade e confiança. Entretanto, é dentro desse cotidiano profissional e de formação que, infelizmente, tem sido comum lideranças praticarem abusos contra artistas sejam elas e eles iniciantes ou já estabelecidas (os) em suas carreiras. Uma ou um diretor, preparador ou preparadora de elenco, produtor ou produtora ou qualquer outra liderança não deve ultrapassar limites invadindo o corpo físico e emocional de artistas e de sua intimidade, transformando o processo de criação em um espaço abusivo de imposições e intimidações.

Reflita sobre o assunto!

Participe da campanha assinando a CARTA DE APOIO no link http://bit.ly/3DV3ECY e dialogando, debatendo, divulgando em suas redes, falando com suas amigas e amigos sobre esse tema. Vamos desnaturalizar, combater e tirar a violência psicológica da invisibilidade!

Que saia de cena o desrespeito e a violência! Nunca mais queremos ver esse filme em nossas vidas no qual o desrespeito e a impunidade são protagonistas. Que os holofotes iluminem novas relações pessoais e de trabalho com mais respeito, amor e liberdade!

Siga-nos em nossas redes para conferir esses e muitos outros materiais!

#respeitoemcena #abusonãoéarte #chegadeabuso #MeTooBrasil #juntassomosmaisfortes